Intubação Orotraqueal

Sendo indicada para casos de Covid-19, a intubação orotraqueal (IOT) é um procedimento em que o médico insere um tubo na boca do paciente. Tal processo, tem a função de garantir uma respiração adequada à pessoa. Quer saber mais sobre a intubação? Para isso, confira os próximos tópicos.

O que é a IOT?

Como dito anteriormente, no processo da intubação orotraqueal, um tubo é inserido na pessoa, desde a sua boca, percorrendo até chegar a sua traqueia, o que facilita o controle da respiração do paciente. Sendo assim, a intubação é um ótimo contribuinte para os médicos, profissionais da saúde, realizarem cirurgias quando a pessoa está anestesiada e, também, para a respiração de pacientes internados em estado grave.

No entanto, não são apenas esses casos que necessitam do uso da intubação orotraqueal. O controle da via aérea é muito visto em paradas cardiorrespiratórias e a obstrução da via aérea.

Portanto, no geral, para problemas que afetam a saúde das vias respiratórias são necessárias o uso da intubação, garantindo o recebimento de oxigênio ao paciente.

Como é o processo de Intubação Orotraqueal

Normalmente, na realização desse procedimento, a pessoa está inconsciente e, como dito no tópico passado, no caso de cirurgia, é feito uma anestesia geral antes da intubação. Isso ocorre, pois, todo esse processo, é extremamente desconfortável para o paciente. Então, para evitar tal problema, a anestesia deve ser aplicada.

Durante a intubação, geralmente, terão duas pessoas, uma que vai inserir o tubo e a outra que terá a função de assegurar que o pescoço do paciente se mantenha firme e seguro, garantindo o alinhamento da coluna e da via respiratória.

Após isso, a pessoa que está inserindo o tubo precisa puxar o queixo do paciente para trás e, em seguida, abrir a boca do paciente, onde será posicionado um laringoscópio. Esse aparelho serve para observar a glote e as cordas vocais da pessoa intubada.  Logo depois, a etapa de passagem do tubo deve ser realizada.

Durante a intubação o medico posiciona o paciente de forma que a coluna e as vias aereas se alinhem. Apos isso, ele puxa o queixo do paciente para tras.

Por fim, a pós intubação é feita, nessa parte, a avaliação hemodinâmica, através do exame físico e de um monitor multiparamétrico.

Complicações da IOT

Qualquer procedimento pode gerar complicações, por isso o responsável por realizar a intubação orotraqueal deve estar sempre atento, pois se houver alguma problemática, ele esteja apto a solucionar a questão antes que o estado do paciente piore.

Dentro dessas complicações, a hipoxemia, hipercapnia, vômitos e aspiração são alguns dos acometimentos que podem ocorrer durante a IOT. Além disso, trauma nos lábios, cordas vocais e dentes, intubação pneumonite e pneumonia também aparecem na lista de complicações.

Portanto, o médico precisa sempre estar atento ao estado do paciente para garantir sua saúde e segurança.

Contraindicações

Por ser um procedimento de emergência, há poucas contraindicações para a IOT. Porém, a realização da intubação orotraqueal não é indicada para pacientes que possuem algum corte na região da traqueia.

Além disso, doenças glóticas e supraglóticas são contraindicadas, pois sua presença pode evitar o correto posicionamento do tubo através da glote.

Intubação e a COVID-19

A intubação é capaz de estabilizar o quadro de falência respiratória de um paciente com COVID-19. Estudos apontam que entre 10% e 15% dos pacientes que estão com a doença precisam passar pelo procedimento de intubação orotraqueal. Em casos graves, a pessoa infectada não é capaz de manter os níveis de oxigenação ideias ao seu corpo sem alguma medida que o auxilie.

Por isso, a intubação se torna eficaz para manter o equilíbrio e assegurar a adequada oxigenação para os tecidos do paciente.

Mas, fique atento! Este procedimento deve ser feito em UTI por um médico e profissionais de saúde que estejam aptos e treinados para realizarem todo esse procedimento muita segurança. Com isso, garantindo a ventilação pulmonar, o que garantirá uma melhor oxigenação dos tecidos do paciente infectado.

Conclusão

Com as informações contidas neste artigo, é possível perceber a importância da IOT na área da saúde.

Portanto, sua função é essencial para salvar pessoas que estão correndo risco de perder a vida. A intubação orotraqueal é um procedimento que não só facilita a atuação de médicos em cirurgias que necessitam do uso de anestesia geral, como, também, contribui para ventilação pulmonar, garantindo uma melhor oxigenação para o corpo do paciente.

Relacionados

Ventilação Mecânica

A ventilação mecânica é uma ferramenta muito utilizada nos hospitais para ajudar pacientes que …

Intubação Orotraqueal

Sendo indicada para casos de Covid-19, a intubação orotraqueal (IOT) é um procedimento em …
Anterior
Próximo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.