Ventilação Mecânica

A ventilação mecânica é uma ferramenta muito utilizada nos hospitais para ajudar pacientes que estão com problemas respiratórios. Para saber mais sobre esta ferramenta, confira os próximos tópicos!

O que é

Sendo fornecida através de aparelhos, a ventilação mecânica tem a função de auxiliar os pacientes que não conseguem respirar de forma espontânea, que, normalmente, é decorrente de doenças ou anestesias que afetam as vias respiratórias da pessoa. Além disso, a ventilação permite que os músculos respiratórios do paciente possam descansar, potencializando a recuperação de sua ventilação espontânea.

Modalidades de ventilação

Ficou curioso para saber as modalidades de ventilação mecânica? Então, confira!

Este tipo de ventilação possui duas modalidades distintas: a ventilação mecânica invasiva e a ventilação mecânica não invasiva.

A mecânica invasiva terá um tubo inserido no corpo da pessoa, percorrendo desde a sua boca até chegar em sua traqueia, facilitando o controle da respiração do paciente. Já a mecânica não invasiva, como sugere o nome, não há um tubo inserido diretamente no paciente. Nesta modalidade, uma máscara é conectada ao paciente, ajudando em sua respiração.

Ventilação Mecânica domiciliar

Antes de uma pessoa começar a receber o auxílio da ventilação mecânica em sua casa, há uma avaliação de sua residência. Está avaliação determinará se as condições domiciliares são boas para que o paciente continue sua reabilitação no conforto de sua casa.

Para isso, o ambiente precisa ser muito bem ventilado, iluminado e ter uma boa umidade, garantindo, assim, uma melhoria da saúde física e mental do paciente. Pois, viver em um hospital pode não fazer muito bem para a pessoa.

Quando a estrutura de sua recuperação passa a ser domiciliar, as tarefas cotidianas passam a ser outras e o local é muito mais familiar.

Então, nesses casos, o ambiente precisa ser muito bem estruturado para garantir conforto e segurança. Sendo assim, reformas, antes da chegada do paciente, podem ser necessárias.

Além disso, o envolvimento familiar é fundamental nesta etapa. Depois da transferência, muitos pacientes ainda continuam dependentes ou parcialmente dependentes de suporte. Por isso, o auxilio familiar é essencial nesse momento.

Casos de insuficiência respiratória

Neste tópico, será apresentado alguns casos de insuficiência respiratória aguda ou crônica em que o paciente precisará do auxilio da ventilação. Para isso, veja a seguir.

As alterações do centro respiratório e a falência mecânica da musculatura respiratória são uma das problemáticas. Além disso, a falência mecânica causa doenças neuromusculares, o que pode agravar muito o estado do paciente.

Ademais, a redução da atividade muscular respiratória é um dos motivos em que a ventilação pode ser utilizada. Já que vai garantir a pessoa um descanso maior de seus músculos, graças a menor atividade que sua respiração espontânea terá.

Contudo, não existem apenas esses casos, a Hipoventilação e apneia que são consequências de uso excessivo de drogas, ou intoxicações, podem aparecer nesta lista de casos de insuficiência respiratória.

Por isso, essa tecnologia é extremamente importante na área da saúde e, com certeza, já salvou muitas vidas.

Ventilação mecânica na Covid-19

A ventilação se tornou ainda mais importante no cenário atual do mundo. Pois, a pandemia da Covid-19 é causada por um vírus que afeta diretamente as áreas pulmonares das pessoas infectadas. Logo, a necessidade do uso de ventilação mecânica é fundamental no auxílio de tratamentos de pacientes em estado grave.

No entanto, para ter total compreensão, saber que a o vírus inflama os pulmões é fundamental. A inflamação compromete a normal funcionalidade dos órgãos que oxigenam o sangue e eliminam o gás carbônico.

 Segundo aos estudos, é apontado que entre 10% e 15% dos pacientes que estão com a doença precisam passar por procedimentos de ventilação. Ou seja, em casos muito graves, o paciente infectado acaba não conseguindo manter os níveis de oxigenação sem algum aparelho que o auxilie a sua respiração.

Como dito anteriormente, existem duas modalidades da ventilação. A mecânica não invasiva, normalmente, é utilizada em pacientes que não estão em estado grave por Covid-19.

Mas, quando uma pessoa está em estado graves, a mecânica invasiva é usada como um recurso para amenizar a problemática, em que os tubos são inseridos através da boca da pessoa, chegando até a sua traqueia. Nestas ocasiões, na maioria dos casos, o paciente fica anestesiado. Sendo assim, ele não se sentirá desconfortável devido aos aparelhos conectados em seu corpo.

Relacionados

Ventilação Mecânica

A ventilação mecânica é uma ferramenta muito utilizada nos hospitais para ajudar pacientes que …

Intubação Orotraqueal

Sendo indicada para casos de Covid-19, a intubação orotraqueal (IOT) é um procedimento em …
Anterior
Próximo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.